Como conseguir manter a dieta no natal

Como conseguir manter a dieta no natal

Está a chegar o natal e com ele as mesas cheias de doces e manjares que são uma tentação e que nos fazem acabar com a nossa dieta. É este o seu caso? Não sabe como manter a dieta no natal e tem receio de colocar tudo a perder? Não sabe como fazer para conseguir resistir a tantas tentações, nem quer desperdiçar todas aquelas horas no ginásio? Deixe de sofrer por antecipação e siga os nossos conselhos para conseguir desfrutar do Natal sem arrependimentos.

Não lhe pediremos para correr quilómetros para queimar tudo o que comeu, nem lhe aconselharemos a modificar a sua dieta antes do natal para uma dieta mais restritiva para quando o natal chegar poder comer sem restrições. Isto não é o mais correto a fazer. Se comer qualquer coisa, em qualquer quantidade, sempre que desejar acaba por ganhar vários quilos a mais, independentemente de todo o esforço que fez antes para emagrecer.

O que fazer para não engordar este natal?

Tente não utilizar a comida e a bebida como motivo para socializar. Só precisa de flexibilidade e um pouco de cautela para satisfazer o seu paladar.

No natal costuma-se ir mais a almoços, jantares e festas. Não precisa de recusar todos devido à dieta. Apenas seja mais restritivo no que comerá. Veja em quais pode comer mais à vontade e quais é que tem que se conter mais um pouco para não deitar tudo a perder.

Adapte a sua dieta para conseguir comer de todos os alimentos. Isso dá-lhe mais liberdade de comer o que deseja controladamente. Não podemos estar constantemente a fazer dietas restritivas. Isso não é nada saudável. Privar-nos de grupos alimentares pode causar deficiências nutricionais.

Tabuleiro com biscoitos prontos a ir ao forno.

Se fizer você os seus doces e a sua refeição consegue controlar melhor o que comerá. Procure receitas alternativas e mais saudáveis do que costuma comer no natal. Pode substituir a farinha de trigo dos bolos por farinha de aveia, assim como controlar a quantidade de açúcar, por exemplo. Infelizmente os doces típicos de natal são muito calóricos, mas se os fizer mais saudáveis consegue manter a sua dieta no natal.

Não fique sem comer o dia todo para poder comer à vontade à noite, nem vá para um jantar de natal com fome, assim acabará por comer muito mais do que pretende sem se aperceber.

Prefira comer do seu prato em vez de andar a petiscar. Se o fizer, rapidamente perde a noção da quantidade de comida que comeu enquanto se comer do seu prato consegue ter muito melhor noção da quantidade do que come.

Quando fizer o seu prato, encha metade dele com salada ou legumes em primeiro lugar. Assim evita encher o prato só com alimentos muito calóricos. É importante controlar sempre as porções de alimentos que ingere.

Comer devagar é importante. Quando comemos depressa, comemos mais e não apreciamos tanto o que comemos. Além disso, os alimentos que não são bem mastigados podem causar indigestão.

Pessoas a brindar com vinho tinto.

Nos jantares há sempre bebida alcoólica, algo que é proibido na maioria das dietas. Se quer beber, opte pelo vinho tinto em vez de qualquer outra bebida, uma vez que é rico em flavonoides que têm atividade antioxidante. Mas claro que nada é melhor do que a água, já que é a única bebida com zero calorias.

Muitas vezes é difícil dizer não à sobremesa que a mãe demorou tanto tempo a preparar ou ao bolo que a avó fez com tanto amor e carinho, mas pode sempre dizer não sem ser indelicado. Pode dizer que se sente cheio e não consegue comer mais, por exemplo.

Não desencoraje nem desista se um dia se afastar um pouco da sua dieta. Avalie o que correu mal e volte à sua dieta. É difícil de resistir quando as tentações são muitas à sua volta, como nos jantares de natal.

Se engordou 1 ou outro quilo, não desespere. Adapte a duração e a intensidade da sua atividade física para mais rapidamente voltar ao seu peso.

Pode optar por praticar o jejum intermitente para reduzir a ingestão global de calorias e ajudar a controlar a fome para conseguir voltar ao seu peso depois do natal.



É irrealista dizer que conseguiremos resistir a tantas tentações no natal, mas o natal não precisa ser sinónimo de comer em excesso. Podemos conviver com os amigos e a família, com uma refeição saudável e igualmente festiva, sem exageros. Basta ter um pouco de autocontrolo e cautela.


AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas a título informativo, não podendo, jamais, ser utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.

Também poderá gostar: