Dieta ómega

A dieta ómega muda a maneira como se lida com a gordura

A dieta ómega é baseada na dieta cretense, uma dieta que quer mudar radicalmente a maneira como se lida com a gordura. Para isso temos que escolher as gorduras certas e consumir mais fruta fresca, legumes e leguminosas. Ao substituirmos as gorduras prejudiciais por gorduras benéficas, consumimos entre 25% a 30% de calorias em gordura. Para isso temos que saber distinguir as gorduras benéficas das gorduras prejudiciais.

Como distinguir as gorduras benéficas das gorduras prejudiciais?

As gorduras saturadas encontradas na carne, produtos lácteos e até em alguns óleos tropicais como o óleo de coco e o óleo de palma são gorduras que nos são prejudiciais, assim como os ácidos gordos trans encontrados em alimentos como as bolachas, os produtos de pastelaria e refeições prontas a consumir.

As gorduras benéficas são ácidos gordos monoinsaturados como o ómega 3. Este ómega 3 encontra-se no azeite, os vegetais de folha verde, nozes e no peixe como o salmão, o atum ou a dourada.

O que é permitido comer na dieta ómega?

Grande variedade de vegetais e frutas.
A dieta ómega é rica em vegetais e legumes.

Nesta dieta deve-se comer muita fruta, vegetais, legumes e alimentos ricos em ácidos gordos ómega 3, não se esquecendo de limitar os ácidos gordos ómega 6 e trans. Se não gosta de peixe e acha que não consegue ingerir ómega 3 suficiente, pode sempre recorrer a suplementos.

Nesta dieta pode comer pão, azeite, queijo, produtos lácteos magros, fruta e/ou sumos de fruta, nozes, alho, cebolas, verduras, legumes, especiarias, massas, arroz, água e vinho nas suas refeições, assim como deve comer diariamente saladas e pelo menos 2 a 3 peças de fruta. A proteína deve estar presente tanto no almoço como no jantar e o peixe gordo deve ser comido pelo menos 3 vezes por semana.

Esta dieta tem muitas semelhanças com a dieta mediterrânea.

A dieta ómega e a perda de peso

Com esta dieta pode perder até um quilo por semana, mas para obter melhores resultados, é recomendado a combinação da dieta ómega com a prática de exercício físico regular.

É recomendado não consumir mais calorias do que a energia que gasta.

Antes de iniciar esta dieta, fale com o seu médico ou nutricionista. É importante que veja se pode fazer esta dieta. Existem doenças que podem não ser compatíveis com esta ingestão diária de ácidos gordos ómega-3. Por exemplo, os diabéticos não devem ingerir mais de 3 gramas por dia ou no caso de quem toma anticoagulantes fortes não deve tomar ácidos gordos ómega 3 em simultâneo, porque retardam ainda mais a coagulação do sangue.

Quais os benefícios desta dieta?

Cardume de atuns.

O elevado consumo de peixe tem demonstrado levar a uma redução drástica da perda de memória e do défice cognitivo na velhice, bem como à redução do risco de doença de Alzheimer.

O elevado consumo de frutas e legumes fornece ao organismo vitaminas, minerais, antioxidantes e poucas calorias.

A dieta ómega tem muitas semelhanças com a dieta mediterrânea, considerada a melhor dieta pela 5.º vez consecutiva pelo pelo US News & World Report.


Frutas e legumes.

A dieta ómega é uma dieta que restaura o equilíbrio nutricional essencial do seu corpo. Esta dieta é muito rica em frutas e vegetais, fazendo com que consumamos mais proteínas vegetais. Também é rica em ómega 3, mas evita o ómega 6, os ácidos gordos saturados, e ácidos gordos trans. Tais factos são aprovados pela comunidade científica.

Assim, esta dieta tem um plano de dieta que lhe permite comer gordura à medida que perde gordura.

Se tem curiosidade em saber um pouco mais sobre esta dieta pode consultar os livros da Dra. Artemis P. Simopoulou e Joe Robinson. Tem livros que explicam muito bem esta dieta, nomeadamente o livro “The Omega Diet” ou o livro “The Omega Plan”.

As autoras destes livros acreditam que ao comermos mais ómega 3 e menos ómega 6 tornámo-nos menos vulneráveis a doenças cardíacas, cancro, obesidade, inflamações, doenças autoimunes, alergias, diabetes e depressão, e ainda ajuda o nosso corpo a funcionar como a natureza pretende.


AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas a título informativo, não podendo, jamais, ser utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.

Também poderá gostar: