As desvantagens da dieta da zona

As desvantagens da dieta da zona

A dieta da zona para além da perda de peso, promete reduzir o risco de doenças crónicas tais como diabetes, cancro e doenças cardíacas, assegurar a longevidade e melhorar a aptidão mental e geral da pessoa que a adota.

O seu criador Barry Sears diz que esta dieta não é apenas recomendada como um programa de perda de peso, mas principalmente um plano nutricional com excelentes resultados de saúde que deveria ser um estilo de vida.

A manutenção dos níveis de insulina dentro daquilo a que o Barry Sears chama zona terapêutica facilita a queima do excesso de gordura corporal e a sua manutenção permanente. Mas nem todos os nutricionistas a consideram um plano alimentar equilibrado, comparando-a mesmo à dieta Atkins.

Como funciona a dieta da zona

Muita variedade de legumes.

Esta dieta é uma dieta proteica e anti-inflamatória que não inclui muita gordura. Reduz a intensidade da inflamação induzida pela dieta através da redução da ingestão de ómega 6 e ácidos gordos saturados que são pró-inflamatórios.

Para seguir esta dieta tem que incluir muitos legumes, frutas, 8 copos de água e uma diminuição na ingestão de alimentos ricos em amido. Cada refeição deve consistir em 30% de proteína magra, 30% de gordura e 40% de hidratos de carbono. Pequenas quantidades de proteína magra podem ser consumidas.

Após se habituar à composição das refeições, o seu corpo começa a perder gordura. Nesta dieta não deve jejuar por mais de cinco horas e só deve comer uma hora depois de acordar. O intervalo entre as refeições nunca deve ter mais de 4 horas. Assim, permitirá que o açúcar no sangue e a insulina sejam mantidos a níveis apropriados no seu corpo, resultando em fome regular, sem que surjam desejos excessivos.

Que alimentos deve evitar

Deve evitar hidratos de carbono com um elevado índice glicémico, tais como as massas, batatas, assim como deve evitar as carnes gordas, gemas de ovos, farinha e açúcar.

Alimentos incluídos na dieta da zona

Estão incluídas nesta dieta as proteínas magras, os hidratos de carbono ricos em polifenóis e gorduras pobres em gorduras saturadas e ácidos gordos ómega 6. Tem que ter sempre um equilíbrio nestes ingredientes.

A pirâmide de alimentos desta dieta é comparada à pirâmide da dieta mediterrânica. Havendo apenas a diferença de que o consumo de cereais e leguminosas é extremamente limitado na dieta da Zona. Em vez disso, recomenda-se o aumento do consumo de frutas e legumes, pois acredita-se que esta diferença favorece o equilíbrio hormonal do corpo e aumenta as propriedades anti-inflamatórias da dieta da zona.

Desvantagens da dieta da zona

pessoa cansada

Sendo uma dieta hipocalórica, ou seja, uma dieta que contem poucas calorias, esta dieta pode deixá-lo com fadiga, uma sensação de fraqueza e mesmo falta de concentração.

Ao restringir certos alimentos pode levar a deficiências em vitaminas, minerais e oligoelementos.

Uma ingestão insuficiente de hidratos de carbono aliada a um aumento do consumo de proteínas, leva o corpo a metabolizar a massa muscular para obter glucose enquanto o pH do sangue diminui. Isto pode ter consequências prejudiciais para quem seguir esta dieta.

Quando seguimos uma dieta rigorosa para conseguirmos assim obter uma rápida perda de peso, acabamos por não conseguir fazer esta dieta por muito tempo. Ao regressarmos novamente ao plano alimentar que tínhamos antes podemos rapidamente recuperar todo o peso que tinhamos perdido.

O que dizem os nutricionistas

Existem nutricionistas que não consideram esta dieta um padrão alimentar saudável devido ao seu elevado teor de proteínas. Acreditam que a sua eficácia parece ser devida apenas à restrição calórica e a ingestão elevada de proteínas animais aumenta o risco de doenças como as doenças cardiovasculares e alguns cancros.

No entanto, não siga uma dieta assim tão rica em proteínas e tão restrita sem consultar primeiro um nutricionista. Fale com o seu médico ou com o seu nutricionista para saber se esta dieta se adequa aos seus interesses e às suas condições de saúde.


AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas a título informativo, não podendo, jamais, ser utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.

Também poderá gostar: