Yoga

Yoga: Dicas úteis para principiantes!

A etimologia da palavra yoga, vem da palavra yug, que em sânscrito significa união. Uma união que nos aproxima da realidade. Na prática, visa criar uma união entre corpo e mente-espírito.

Ou seja, a união do eu com a nossa consciência universal. O objetivo principal do yoga não é outro senão aquilo a que hoje chamamos bem-estar.

Para promover o bem-estar mental e físico, o yoga utiliza técnicas de movimento, meditação e respiração. Portanto, o yoga é uma prática de exercício que fortalece o corpo e a mente.

Quais são os benefícios do Yoga?

O yoga tem benefícios tanto para a saúde física como para a mental. Em primeiro lugar, o yoga pode ajudar a relaxar e a abstrair-nos do stress e dos problemas do dia a dia.

Dá-nos mais flexibilidade, amplitude de movimento, torna-nos mais enérgicos e traz clareza mental.

Alivia as dores musculoesqueléticas (costas, pescoço, costas) e dores de cabeça, ajuda a quem sofre de depressão e de ansiedade, artrite, hipertensão arterial e osteoporose.

O yoga também melhora a circulação, tonifica os músculos, melhora a postura, reduz a asma e diminui o peso corporal.

O relaxamento do sistema nervoso ajuda o sistema imunitário a atacar vírus que se desenvolvem especialmente durante as estações mais frias.

Quem pode fazer yoga?

Yoga: Dicas úteis para principiantes!
O yoga é para todos.

Qualquer pessoa pode praticar yoga. Não importa a sua idade, se tem uma vida ativa ou não, ou se tem peso a mais, pois o yoga é uma forma de satisfação física, geral e mental.

Se têm problemas de saúde, como tensão arterial elevada, hérnias, ciática ou outra doença qualquer, deve consultar o seu médico antes de entrar para as aulas de yoga ou de tentar fazer yoga em casa. Peça orientação sobre o que lhe é permitido fazer e o que não deve tentar.

O yoga é muito adaptável à condição de cada um, mesmo para quem tem parkinson, esclerose múltipla ou doenças semelhantes. Até as mulheres grávidas e as puérperas podem praticar yoga.

Quando deve fazer yoga?

Pode praticar yoga quando arranjar uns minutinhos no seu dia para o fazer. Não existe uma altura ideal para o fazer. Pode ir a uma aula de yoga ou até fazer em casa. Hoje em dia, já existem imensos vídeos e apps na internet de treinos de yoga. O mais importante, é não se esforçar demais. Comece por poses para iniciantes e deixe os exercícios que requerem um pescoço forte e costas flexíveis para mais tarde.

O que comer antes e depois do yoga?

Não se deve fazer exercício de estomago vazio, e de estômago cheio também não é o ideal.

Se estiver de estômago cheio quando faz exercício, pode-lhe causar a compressão do diafragma, provocando dor no flanco, que o impedirá de continuar o exercício.

Se, por outro lado, o estômago estiver vazio, não irá conseguir tirar proveito do exercício, pois estará fraco e pode mesmo até ficar com tonturas.

Mas no yoga, muitos são os que o praticam em jejum, pois algumas posturas de yoga requerem contração ou extensão abdominal. Tais movimentos no abdómen, podem gerar uma sensação de desconforto, enjoo e náusea, entre outros incómodos.

Se tiver mesmo que comer, o ideal é comer cerca de uma hora antes do exercício. Não coma nada com excesso de gordura, sal ou açúcar. Pode comer uma banana, por exemplo.

Após o treino, não se esqueça de se hidratar e coma uma refeição leve como uma salada, por exemplo, cerca de 30 minutos após o treino.

Qual o melhor yoga para principiantes?

Mulher com um tapete de yoga.

O melhor tipo de yoga para principiantes é o Hatha Yoga. O Hatha Yoga, ensina várias poses. As aulas de Hatha são a base para qualquer pessoa que comece a praticar yoga e são uma introdução às suas poses básicas.

Adapta-se a todas as pessoas, independentemente do seu nível de aptidão ou idade e pode ser realizado tanto a um ritmo suave como a um ritmo mais vigoroso, se assim o desejar.

A importância da respiração

Aprender a respirar corretamente no yoga, facilitará a realização dos exercícios, mas, ao mesmo tempo aprenderá a controlá-lo em momentos de stress, o que lhe trará paz de espírito.

O yoga ajuda a perder peso?

Sim, podemos perder peso com o yoga, mas a longo prazo. Primeiro tem que aprender a fazer yoga e quando chegar a um nível mais avançado e mais difícil, ai, sim, queimará mais calorias.

Indiretamente, o yoga também dá-lhe clareza para a tomada de melhores decisões quando o problema de excesso de peso vem da comida de conforto.

O yoga e as lesões

Se seguir todos os conselhos dos instrutores de yoga nos vídeos, irá estar a proteger o seu corpo de alguma lesão e os riscos são inferiores.

Não se esqueça de aquecer antes do yoga, faça alguns alongamentos para evitar lesões. Se sentir dor ou desconforto, não force o seu corpo.

Ouça o seu corpo, se sentir alguma dor durante um exercício, então pare. Veja se está a fazer o movimento correto. Não fique desapontado se não conseguir fazer um exercício. À medida que vai treinando, o seu corpo vai se ajustar. Vai ver que fará exercícios que nem sequer imaginava poder fazer até há pouco tempo.

Se tem algum problema de saúde, antes de iniciar o yoga, é importante que contacte o seu médico e consulte-o. Veja se o seu problema de saúde não é impedimento para esta prática ou se deve evitar alguns exercícios específicos que não são adequados para si.

Onde fazer yoga

Se optar por fazer yoga em casa, em vez de num ginásio, certifique-se que tem uma divisão com espaço para fazer os seus exercícios.

Essa divisão tem que ter silêncio para poder isolar-se do mundo exterior e concentrar-se nos seus exercícios.

A temperatura tem que estar amena. Demasiado calor vai fazê-lo suar, mas também não quer um sítio onde possa ter frio.

Equipamento de yoga

Existem muitos equipamentos de yoga no mercado, mas antes de gastar dinheiro em equipamento, veja se não pode fazer com algo que tem em casa.

O equipamento básico de que necessita é um tapete de yoga e os blocos de yoga.

O que vestir

Roupa justa é essencial para executar corretamente as poses de yoga e para ter uma melhor postura. Assim, em vez de calças fato de treino e camisolas, opte por leggings, calções justos e t-shirts justas. Roupas que sejam leves e respiráveis.


AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas a título informativo, não podendo, jamais, ser utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.

Também poderá gostar: