Superalimentos

O que são superalimentos e quais os seus benefícios?

São alimentos ricos em nutrientes, com uma alta concentração de vitaminas, minerais, poderosos antioxidantes, que proporcionam mais benefícios para a saúde do que os outros alimentos. Outra característica é a elevada absorção dos nutrientes nos superalimentos pelo organismo humano.

Os superalimentos são suplementos alimentares naturais adequados e benéficos para todos nós. Bastante procurados por quem pratica desporto com necessidades nutricionais acrescidas, de modo a satisfazer o mais possível as necessidades do seu corpo.

Para além dos seus nutrientes e da sua ação antioxidante, a sua ação é importante para estimular o organismo, aumentar a energia, combater os radicais livres e normalizar o funcionamento do sistema digestivo. Também têm ação antialérgica, antimicrobiana e anti-inflamatória contra mecanismos patogénicos específicos.

Os superalimentos não são um substituto para os tratamentos farmacêuticos, mas ajudam na nutrição adequada de uma forma natural e no fortalecimento do organismo, contribuindo para o estado geral da sua saúde. Eles conseguem complementar a nossa dieta diária, que deve ser baseada numa dieta equilibrada.

O consumo de superalimentos promove o bom funcionamento do corpo, enquanto reduz a sensação de fadiga ao dar maior resistência e energia, ajuda a ligar os radicais livres que são uma importante fonte de envelhecimento, estimula naturalmente e normaliza o funcionamento de muitos órgãos vitais.

Os verdadeiros superalimentos podem mudar as nossas vidas e a nossa saúde para melhor, podemos atrasar o início da velhice seguindo uma dieta de superalimentos saborosos e benéficos, ricos em antioxidantes.

Alguns exemplos de superalimentos

Kefir

O Kefir tem bastante vitamina B, ajuda nas doenças do sistema digestivo através dos probióticos que contém, ajuda a reduzir o colesterol sanguíneo elevado, tem uma forte ação antimicrobiana e fortalece o sistema imunitário.

Açafrão

O açafrão mais conhecido como um elixir de longevidade graças às suas propriedades curativas, alivia a dor de estômago, alivia as dores renais, estimula o apetite e facilita a digestão, enquanto reduz a gastralgia, espasmos, tosse convulsa e cólicas nervosas. Tem propriedades antidepressivas, antienvelhecimento, melhora a função cerebral e a memória, baixa o colesterol e exibe ação antitrombótica. Também consegue baixar a pressão arterial, tem efeitos benéficos em pessoas que sofrem de demência ou Alzheimer, ajuda em ataques de asma, síndrome pré-menstrual, náuseas e ainda tem propriedades afrodisíacas.

Trigo sarraceno

O trigo sarraceno não contém glúten e tem um excelente valor nutricional. O seu conteúdo proteico é particularmente elevado e é uma rica fonte de aminoácidos essenciais. Fornece ao organismo vitaminas B, vitamina E e K, bem como vários minerais, oligoelementos e fitoquímicos tais como cálcio, ferro, magnésio, potássio, flavonóides, etc.

Arandos

Os arandos são conhecidos principalmente pelas suas propriedades antioxidantes. São uma fonte de flavonóides, vitaminas B e C e o seu consumo ajuda a prevenir infeções do trato urinário. O seu consumo aumenta o corpo humano com poderosos antioxidantes e são também uma forte proteção contra várias formas de cancro e na proteção contra doenças cardíacas. Trabalham também preventivamente na formação de placas nas paredes arteriais que levam à arteriosclerose, reforçam o sistema imunitário e previnem a formação de pedras nos rins.

Nozes

O que são superalimentos e quais os seus benefícios?

Ajudam a reduzir os fatores de risco que levam à doença cardíaca. As nozes são consideradas um alimento completo, uma vez que contêm fibra, potássio, cálcio e magnésio, bem como ácidos gordos omega-3. Estes nutrientes ajudam a baixar a pressão arterial, o colesterol e a inflamação e ainda ajuda o organismo a utilizar melhor a insulina.

Linhaça

A linhaça é rica em ácidos gordos ómega 3, proteínas vegetais, ferro, fósforo, magnésio e zinco. O consumo de sementes de linho pode reduzir os níveis de colesterol, particularmente nas mulheres. O seu elevado teor de fibras também melhora a saúde digestiva.

Sementes de girassol

As sementes de girassol são ricas em ferro, magnésio, cobre, cobre, fósforo, zinco, vitamina E, complexo de vitamina B e ácidos gordos insaturados. Ajuda a proteger a pele e as células cardíacas do envelhecimento e da oxidação.

Amêndoas

As amêndoas são ricas em vitaminas, minerais, proteínas, fibras, fósforo, cálcio, cálcio, potássio, magnésio, zinco, ferro e vitamina E.

Ovo

Contém vitaminas B, ferro, fósforo, manganês, vitaminas lipossolúveis e colina, o que é importante para o funcionamento do cérebro.

Bagas de goji

As bagas de goji, são ricas em vitamina C, fibra, ferro e vitamina A. A sua elevada quantidade de antioxidantes, evita a decomposição celular, enquanto o seu elevado teor de fibras e baixo teor de gordura fazem deles um verdadeiro superalimento com múltiplos benefícios para o organismo.

Framboesas

As framboesas são ricas em vitaminas C e K, ácido fólico, magnésio, potássio e cobre. Têm propriedades anticancerigenas, e atuam contra o stress oxidativo, bem como contra a inflamação. Também regulam o açúcar e os níveis de gordura no sangue.

Romã

A romã é rica em vitaminas A, C, E, ácido fólico, potássio , fibra e também tem o mais alto teor de antioxidantes.


Estes são só alguns dos superalimentos que devemos integrar na nossa alimentação, mesmo que em pequenas quantidades, pois conseguem fornecer ao corpo humano uma abundância de substâncias benéficas, isto em adultos saudáveis.

Se tem algum problema de saúde, fale com o seu médico ou nutricionista, para se certificar que nenhum dos ingredientes dos superalimentos podem afetar a eficácia da sua medicação prescrita. Se estiver a fazer qualquer tipo de dieta, não se esqueça de ver se estes alimentos lhe estão permitidos.


AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas a título informativo, não podendo, jamais, ser utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.

Também poderá gostar: