Pequeno-almoço

Devemos ou não devemos tomar o pequeno-almoço?

Normalmente esta questão sobre o pequeno-almoço surge nas nossas mentes quando começamos a pensar em nos livrar daqueles quilinhos a mais que começam a nos incomodar. Ficamos sempre na indecisão se deveremos ou não saltar esta refeição. Será esta refeição mesmo a refeição mais importante do dia?

Já existe um padrão alimentar que recomenda a abstinência de comer qualquer tipo de alimento durante um período de algumas horas, normalmente fazendo saltar o pequeno-almoço. Este padrão alimentar, mais conhecido como jejum intermitente, promete ajudar no emagrecimento. Mas será mesmo que quando estamos em dieta devemos deixar de tomar o pequeno-almoço?

A importância do pequeno-almoço

pequeno-almoço saudável.

De manhã, após algumas horas sem comida, os níveis de glicose no corpo são mínimos. O corpo, para compensar esta redução, liberta a glicose que temos armazenada no tecido muscular e no fígado sob a forma de glicogénio.

Quando a energia do glicogénio é utilizada, o corpo começa a decompor os ácidos gordos para fornecer a energia de que necessita. Ao não comermos hidratos de carbono, os níveis de energia no corpo estão em baixo.

O pequeno-almoço é a refeição que reabastece as reservas de glicose (açúcar) do organismo e fornece os nutrientes de que precisamos para termos energia para o dia, quebrando assim o jejum da noite anterior.

Ao nos alimentarmos, também comemos alimentos ricos em vitaminas, minerais e outras substâncias que não são produzidas pelo organismo, mas fornecem ao nosso corpo tudo o que precisa para funcionar corretamente.

Como reage o nosso corpo se não tomarmos o pequeno-almoço?

Quando ficamos constantemente sem tomar o pequeno-almoço, o nosso cérebro envia uma mensagem ao corpo para armazenar gordura, pois a falta dele é visto pelo corpo como uma falta de comida, armazenando assim tanta gordura quanto possível para evitar passar fome.

Vantagens de tomar o pequeno-almoço

Papas de aveia

Um pequeno-almoço saudável, ativa o metabolismo e mantém-no ativo ao longo do dia.

Tomar o pequeno-almoço melhora a nossa memória e a nossa capacidade de aprender coisas novas. Ajuda também a melhorar a nossa capacidade de concentração em qualquer coisa que exija a nossa atenção. Esta é uma razão pela qual se diz que os alunos não devem ir para a escola sem comerem nada. Ora, se também nunca o toma, não tem tanta capacidade de concentração, nem de memória. Falta-lhe a glicose, esta é necessária para fazer a acetilcolina, um químico cerebral que estimula a memória.

A falta desta refeição deixa-o com má disposição e com um desempenho inferior nas suas tarefas. Quem salta constantemente esta refeição ou mesmo nunca a toma, tem o dobro da probabilidade de se queixarem de estarem sobrecarregados, e quatro vezes mais probabilidade de se queixarem de stress.

Saltar o pequeno-almoço triplica as hipóteses de desenvolvimento de coágulos de sangue, que ocorrem mais frequentemente de manhã.

Muitas pessoas que deixam de comer esta refeição tem tendência para comer mais calorias nas outras refeições, acabando por ingerir mais calorias.

Quem quer perder peso, mas não salta o pequeno-almoço, consegue ter mais sucesso na sua perda de peso do que aquelas que deixam de comer esta refeição e ainda tem mais probabilidades de manter o seu novo peso desde que essa refeição seja uma refeição saudável claro.

A falta do pequeno-almoço nas crianças

As crianças que vão à escola sem tomarem o pequeno-almoço tem a sua capacidade reduzida na concentração, capacidade reduzida de resolução de problemas, pior coordenação dos olhos e das mãos e são menos criativas do que as que o tomam diariamente. Também tem a sua capacidade de resistência no desporto reduzido.

Estas crianças também tem um fraco desenvolvimento e uma maior probabilidade de desenvolver diabetes tipo 2, hipertensão e colesterol elevado mais tarde.

Muitas vezes, o facto de não comerem esta primeira refeição, faz com que coma mais durante o dia, acabando por se tornarem em crianças obesas.

O pequeno-almoço e a perda de peso

Se quiser fazer o jejum intermitente e completar as 14 horas de jejum para aumentar a sua perda de peso, ainda assim consegue tomar o seu pequeno-almoço. Se a sua última refeição antes do jejum for por volta das 21h, então poderá tomar o pequeno-almoço às 11h. Mas nessa última refeição não coma mais do que deve com medo de passar fome. Assim está a sabotar a sua dieta.

Se quer mesmo saltar esta refeição, então é importante relembrar que tem que ter cuidado para não comer mais do que o habitual nas restantes refeições para compensar a fome. Assim, irá acabar por ingerir ainda mais calorias do que o que iria ingerir tomando o pequeno-almoço e acabar por não emagrecer na mesma.


AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas a título informativo, não podendo, jamais, ser utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.

Também poderá gostar: