Mulher a comer

O que comer antes e depois do exercício físico

Muitas são as pessoas que se sentem confusas e não sabem se devem ou não comer, o que podem ou não comer antes e depois do exercício físico para não comprometer todo o esforço que fez para manter ou até perder peso. Afinal, se treinamos, queremos tirar daí todos os benefícios que conseguirmos, e se com os alimentos certos, conseguimos ter um melhor desempenho e ainda recuperar mais rapidamente e minimizar os danos musculares após cada exercício físico, tanto melhor. Portanto, o que come pode fazer toda a diferença na perda de peso.

Podemos fazer exercício em jejum?

Treinar de estômago vazio é um erro. Se o fizer irá ficar cansado muito mais rapidamente, o seu desempenho é reduzido e pode mesmo acabar por causar alguma lesão. Quando estamos com fome e não comemos, o nosso corpo tira as proteínas que necessita para sobreviver dos músculos, provocando a perda muscular. Uma refeição antes do treino é importante para o seu corpo ter combustível para treinar. Assim, irá ter mais força e conseguirá levantar mais peso, conseguindo assim um treino muito mais eficaz. Mas, não coma em excesso. Se comer demais pode causar náuseas, inchaço e até flatulência.

Quanto tempo antes e o que devemos comer antes do treino?

Há quanto tempo foi a sua última refeição? Se esta foi há mais de 2-3 horas, então a sua refeição deve conter proteínas, gorduras saudáveis e hidratos de carbono complexos. Se foi há menos tempo, então opte antes por um lanche. Prefira alimentos de mais fácil digestão, na sua maioria hidratos de carbono e proteínas para evitar desconforto no estômago durante o exercício físico. Também deve adaptar a quantidade de alimentos ao tipo de treino, à duração e à intensidade do mesmo.

Por exemplo, se tiver comido há mais de 2-3 horas, opte por comer peito de frango, arroz integral e legumes ou umas papas de aveia e uma banana. Mas, se, por outro lado, vai comer pouco antes do treino, opte antes por uma peça de fruta como uma laranja ou uma banana.

Ao elaborar uma alimentação adequada antes do treino, terá mais energia e alcançará os seus objetivos mais rapidamente.

Hidratos de carbono

Papas de aveia
Papas de aveia: um bom exemplo de uma refeição para antes do treino

Quando se trata de fazer dietas, sentimo-nos muitas vezes confusos. Quais são os hidratos de carbono que devemos comer? Nesta indecisão, acabamos por metê-los sempre todos no mesmo saco e acabamos por restringir os hidratos de carbono da nossa dieta. O que está completamente errado, pois precisamos de os ingerir antes de um treino. Mas tem que ser os hidratos de carbono complexos e não os simples.

Então como sabemos quais são os simples e quais os complexos?

Os simples são os que o nosso corpo decompõe e absorve mais rapidamente, aumentando o açúcar no sangue, aumentando também a energia, como no caso do pão branco. Os hidratos de carbono complexos são absorvidos mais lentamente, fornecendo energia mais lentamente, mantendo os seus níveis de energia por mais tempo. Estes são os que devemos escolher para comermos antes do treino, como no caso da aveia. Evite alimentos gordurosos, pois a gordura pode causar náuseas ao ser consumida antes de um treino.

A importância da água

Ao ingerirmos água, esta irá reduzir a nossa temperatura corporal que sobe durante o exercício físico. Portanto, consuma água antes de um treino, e durante o treino, a água é mesmo tudo o que precisa. Hidratar-se é fundamental. Se o treino for de longa duração ou tem uma intensidade elevada, considere uma bebida desportiva.

Devemos comer após um treino?

Durante um treino, criamos uma rutura nas fibras dos músculos. Para reparar esse trauma no músculo e fazê-lo crescer precisa de comer uma boa refeição pós-treino. Esta, também faz com que recupere energia mais rapidamente e reponha os fluidos e eletrólitos perdidos durante o exercício físico. Para tal, precisamos de ingerir hidratos de carbono. Desta vez, os hidratos de carbono simples para abastecer o seu corpo de uma maneira mais rápida. Junte-lhe proteína e vegetais para uma refeição mais completa se for uma refeição principal. Sem esquecer a hidratação claro.

Se não comer nada após o treino, para além de ter uma recuperação mais lenta, irá sentir-se mais fraco, irritável e faminto.

Um bom exemplo de um prato principal é salmão com batata-doce. O salmão ajuda a reduzir a inflamação muscular causada no treino e combinado com batata-doce para ter hidratos de carbono para o saciar por mais tempo.

Curiosidade: Sabia que os ovos são uns dos melhores alimentos para comer após um treino? Eles contêm proteínas e gorduras saudáveis. Também contém os nove aminoácidos essenciais à recuperação muscular e vitamina B para a produção de energia. E o melhor é que cozidos, por exemplo, são muito práticos para levar consigo.

Procure um nutricionista ou um médico para o orientar nesta sua luta contra o peso. Ele, melhor do que ninguém, irá aconselhá-lo e conseguirá tirar todas as suas dúvidas sobre nutrição. Evite fazer uma alteração alimentar sem saber se é a mais adequada para si e não se esqueça de a complementar sempre com exercício físico. Uma dieta sem exercício físico não é muito vantajosa a longo prazo.


AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas a título informativo, não podendo, jamais, ser utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.

Também poderá gostar: