Dores menstruais

11 Posturas de Yoga para aliviar as dores menstruais

As dores menstruais fazem parte da vida de muitas mulheres. Mensalmente passam por cólicas dolorosas, inchaço, fadiga, dores de cabeça entre outros sintomas. Quando sente cólicas destas, a última coisa que lhe passa pela cabeça é fazer exercício físico. Na realidade, nem lhe apetece sair da cama, quanto mais fazer exercício. Mas permanecer ativo pode reduzir os sintomas irritantes do seu período.

Existem posturas simples de Yoga que pode fazer para aliviar as suas dores e o melhor é que nem precisa sair do quarto. São posturas que se concentram no abdómen, pélvis e coluna que podem aliviar as suas cólicas abdominais, ajudam a suavizar a eliminação de sangue do seu corpo e elevam o seu estado de espírito. Talvez assim não precise de recorrer sempre aos analgésicos.

Postura da borboleta reclinada

Fique deitada de costas para o chão (ou para a cama se preferir) e junte a sola dos pés. Deixe os seus joelhos caírem para fora em direção ao chão. Permaneça nessa posição durante um minuto.

Se sentir algum desconforto nas ancas, pode sempre colocar uma almofada ou outro apoio debaixo dos seus joelhos.

Postura de gato e vaca

Para esta postura comece na posição de um gato em 4 apoios com as mãos e os joelhos no chão. Depois arqueie as costas em direção ao teto e abaixe a cabeça. Respire fundo, levante a cabeça e traga a coluna de volta a posição inicial, deixando a barriga cair e levantando o cóccix. Repita o exercício 10 vezes.

Postura da criança

Postura da criança.

Agora ajoelhe-se com as pernas ligeiramente afastadas e sente-se nos calcanhares. Coloque as mãos no chão na largura dos ombros e estique os braços para a frente enquanto o tronco fica pousado sobre as suas coxas e a cabeça pousada no chão. Fique nesta posição durante um minuto.

Postura do sapo

Ainda na posição de 4 apoios, com as mãos e joelhos no chão, afaste os joelhos deixando-os deslizar mais do que a largura do seu quadril. Alinhe os calcanhares com os joelhos, deixando-os atrás dos mesmos. Agora flexione os pés de modo que os dedos dos pés fiquem para fora. Em seguida, deslize as mãos para a frente e coloque os antebraços no chão. Tente não pousar o estômago do chão. Fique nesta posição durante um minuto.

Flexão para frente sentado

Flexão para frente sentado.

Sente-se com as pernas esticadas à sua frente. Em seguida, incline-se devagar para a frente e meta o seu abdómen para dentro. Fique nesta posição durante um minuto.

Postura do arco

Deite-se de barriga para baixo mantendo as pernas afastadas. Dobre os joelhos e agarre os tornozelos com as mãos. Respire fundo e levante o peito do chão. Mantenha a posição durante uns segundos.

Postura do peixe

Deite-se desta vez de costas e coloque as palmas das mãos debaixo de cada anca. Dobre os cotovelos e empurre o tronco e a parte superior do corpo para cima, ficando fora do chão. Levante apenas o peito e atire o peso da sua cabeça para trás. Fique nesta posição durante um minuto.

Postura do laço

Desta vez comece em pé com as pernas juntas e as costas direitas. Em seguida, dobre as suas ancas, ficando de cócoras com as suas ancas sobre a sua pélvis. Passe o braço esquerdo pela frente das suas pernas e o braço direito por trás das costas. Junte as mãos segurando as palmas das mãos ou os pulsos. Ficar durante 10-15 segundos, respirando suavemente.

Postura do pombo

Sente-se com o joelho direito dobrado e a perna esquerda esticada para trás enquanto desloca as mãos para a frente o mais longe que conseguir sem que fique desconfortável. Mantenha a posição pelo menos 45 segundos. Repita a postura, mas desta vez estenda a perna direita e dobre o joelho esquerdo.

Postura do Camelo

Postura do Camelo.

Ainda sentado, mas desta vez de joelhos dobrados e sentado sobre os pés, coloque as mãos nos seus calcanhares. Em seguida, levante o quadril e penda a cabeça para trás. Fique nesta posição durante 30 segundos e volte à posição inicial com cuidado.

Postura de alívio do vento

Deite-se de costas e coloque os braços para o lado. Leve os joelhos junto ao peito. Segure-os com as mãos em volta dos joelhos. Fique nesta posição durante um minuto.


AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas a título informativo, não podendo, jamais, ser utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.

Também poderá gostar: